Château Miraval: uma batalha de divórcio por uma vinícola da Provença

O Château Miraval, a vinícola de Provence de propriedade de Brad Pitt e Angelina Jolie, tornou-se a última moeda de troca em sua amarga batalha pelo divórcio. A vinícola, localizada na pitoresca vila de Correns, tem sido motivo de discórdia entre os dois desde a separação em 2016. A vinícola tem uma história longa e histórica, e as uvas verdes do divórcio lançaram uma sombra sobre o futuro de esta vinícola icônica.

A História do Château Miraval

O Château Miraval produz vinho desde o século XII. Foi originalmente propriedade dos Cavaleiros Templários, e mais tarde passou pelas mãos de várias famílias nobres. No final do século XIX, a vinícola foi comprada pelo Conde de Brémond, que fez investimentos significativos na propriedade. Na década de 1970, a vinícola foi comprada pela família Perrin, que ainda hoje são os proprietários.

O Château Miraval é uma vinícola localizada na Provença, França, que foi palco de uma batalha de divórcio entre Brad Pitt e Angelina Jolie. O casal comprou a propriedade em 2011 e desde então tem sido um dos principais produtores de vinho da região. O Château Miraval é conhecido por seus vinhos de qualidade, que são produzidos com uvas cultivadas na própria propriedade. Além disso, a vinícola também oferece aos visitantes a oportunidade de desfrutar de experiências únicas, como degustações de vinhos, passeios pelas vinhas e muito mais. Se você está interessado em conhecer o Château Miraval, confira interior da casa da navalha e como conseguir um corpo de verão em um mês para obter mais informações.

Em 2008, Brad Pitt e Angelina Jolie compraram a vinícola e começaram a produzir seus próprios vinhos. Desde então, a vinícola se tornou um destino turístico popular e os vinhos produzidos lá ganharam inúmeros prêmios. No entanto, a vinícola está envolvida na batalha do divórcio do casal e seu futuro é incerto.

Uvas verdes: por dentro da 'Guerra dos Rosés' do Château Miraval

A vinícola tem sido objeto de muita especulação desde a separação do casal. Em 2018, a adega foi alvo de uma “guerra dos rosés” entre ambas. Brad Pitt e Angelina Jolie vinham produzindo seus próprios vinhos rosés na vinícola, mas os dois tinham ideias diferentes sobre como os vinhos deveriam ser comercializados. Brad Pitt queria comercializar os vinhos como seus, enquanto Angelina Jolie queria comercializá-los como uma joint venture. A disputa acabou sendo resolvida, mas a vinícola está envolvida na batalha do divórcio do casal desde então.

Como a Splashy Provence Winery de Brad Pitt e Angeline Jolie se tornou a última barganha em uma batalha de divórcio acrimoniosa

A vinícola se tornou uma moeda de troca na batalha do divórcio do casal. Brad Pitt e Angelina Jolie não chegaram a um acordo sobre como a vinícola deveria ser dividida, e a vinícola se tornou uma fonte de discórdia entre os dois. A vinícola é um bem valioso e os dois não chegaram a um acordo sobre como ela deve ser dividida. A vinícola se tornou um símbolo da amarga batalha do divórcio do casal, e seu futuro é incerto.

Conclusão

Château Miraval é uma vinícola icônica com uma longa e histórica história. Tornou-se um destino turístico popular, e os vinhos produzidos lá ganharam inúmeros prêmios. No entanto, a vinícola está envolvida na batalha do divórcio do casal e seu futuro é incerto. A vinícola se tornou moeda de troca na batalha do divórcio do casal, e seu futuro é incerto. Só o tempo dirá o que acontecerá com esta vinícola icônica.

Para mais informações sobre o Château Miraval e a batalha de divórcio do casal, visite O negócio de bebidas e Forbes .